quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Clube dos Desiludidos ao Som de uma Boa Música Rabiscando Palavras de Amor Partido

Doidos de dor e loucura!
Deliramos em noites frias.
Alucinamos em dias secos.

O amor é homicida da realidade,
Suicida, este amador de óculos embaçados.
Violentando o ser amado em imagens febris de desejo.

Esquizofrenicamente:
Vemos você,
Ouvimos seus passos,
Tocamos sua pele.

Doentes hipocondríacos de amor!
Transtornados de múltiplas personalidades para melhor lhe agradar.
Obsessivos por sua face e pelo seu jeito.

Com camisas de força nos debatemos nos acolchoados deste quarto branco!
Quarto nomeado “Poesia.”.

Barbara Teodosio.

Poesia Feita para os participantes do Clube dos Desiludidos ao Som de uma Boa Música Rabiscando Palavras de Amor Partido. Eita povinho complicado este! Com tanta gente lá fora precisamos mesmo ficar com alguém que só existe aqui dentro? Bora desenbaçar os óculos, e desamarrar a camisa de força!

1 comentários:

EVANDRO disse...

Pois é...
..é chegada a hora de desembaçar os oculos e ver que existe muitomais motivos pra proseguir, do que pra estagnar...
Adorei a Poesia...

Ass Membro do Clube dos Desiludidos

Postar um comentário