quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Omissiva

Omissiva

Estou no mesmo lugar que você deixou,
jogada debaixo da cama vivendo com monstros,
uma boneca de pano trocada pela nova Barbie!

Lhe esperando como uma criança no portão da escola no primeiro dia de aula.

Presa nas frestas dos tacos no chão.
Sou a mesma,
só estou um pouco empoeirada,
porém, no mesmo lugar que você me encontrou.

Me olha e cuidado!
pode ser que bata um vento forte e me leve
pode ser que alguém me pegue
ou até pode ser que eu fique eternamente no mesmo lugar
como uma tarraxa de brinco perdido,
um botão de blusa caído
ou
 uma moeda antiga sem valor.

Barbara Teodosio

2 comentários:

Nanda Sakamoto disse...

Não esqueça que como peça de colecionador, algumas moedas tem imenso valor agregado...

bARbara TEodosio disse...

mesmo com imenso valor agregado, uma peça de colecionado é só mais uma entre tantas outras! e colecionar é coisa de gente doente, freud explica!!!

Postar um comentário